Sucesso no teste de produção do Echidna-1: fluxo de petróleo a 4.650 bbl/d na Bacia de Santos na plataforma continental do Brasil

Publicado em 07 de maio de 2015 em NOTÍCIAS, Últimas Notícias | 0 comentários

TORONTO, 7 de maio de 2015 /PRNewswire/ — A Pacific Rubiales Energy Corp. (TSX: PRE) (BVC: PREC) anunciou os resultados do teste de produção do poço de exploração Echidna-1 na Bacia de Santos, na plataforma continental do Brasil. O teste produziu uma taxa de fluxo estável em instalação restrita de 4.650 bbl/d (durante duas horas), de reservatórios do período Paleoceno, com uma pressão de fluxo na boca do poço de 504 psi, em um redutor (choke) de 1″. Amostras de petróleo recuperadas durante o teste mediram 38,6 graus API, com uma razão gás-óleo (GOR — gas-oil-ratio) de 701 cf/bbl e com CO2 e H2S não mensuráveis presentes.

O Prospecto Echidna está localizado no bloco de exploração S-M-1102, a aproximadamente 20 quilômetros a nordeste de Kangaroo, no flanco leste de um diápiro de sal, em uma estrutura geológica similar a da descoberta de petróleo de Kangaroo. O Echidna-1 apresentou interseção com uma coluna de petróleo bruto de 213 metros (699 pés, 341 pés líquidos) em reservatórios dos períodos Paleoceno e Maastrichtiano. A empresa detém uma participação acionária de 35% no bloco e a operadora do bloco, a Karoon Gas Australia Ltd. (ASX:KAR) (“Karoon”), detém a participação restante de 65%, além de ser a operadora.

Conforme anunciado hoje em um comunicado à imprensa da Karoon (veja no website da Karoon emwww.karoongas.com.au o “Relatório No. 4 do Progresso do Poço de Exploração Echidna-1″), o DST-1 foi conduzido nos reservatórios de arenito do período Paleoceno nos intervalos 1.767 a 1.806 metros e 1.813 a 1.843 metros, com um período de fluxo principal inicial de 24 horas. Uma taxa de fluxo de petróleo estabilizada de 3.200 bbl/d, através de um redutor de 44/64″, com uma pressão de fluxo na boca do poço de 733 psi e uma GOR de 701 cf/bbl foi conseguida. Após um período de 72 horas de fechamento, o poço Echidna-1 teve um fluxo de sete horas e meia, com redutores progressivamente maiores, com uma taxa média de fluxo estabilizado, ao final de duas horas, de 4.650 bbl/d, através de um redutor de 1″, com uma pressão média de fluxo na cabeça do poço de 504 psi. Ajustes nas instalações de teste e outros procedimentos possibilitaram uma taxa maior de fluxo restrito fosse alcançada. Amostras físicas de petróleo recuperadas mediram 38,6 graus API, com uma GOR de 701cf/bbl e com CO2 e H2S não mensuráveis presentes. Nos próximos meses, a Karoon dará continuidade ao trabalho de geociência e engenharia, para caracterizar os campos de petróleo Kangaroo e Echidna. Mais perfurações de avaliação estão planejadas para começar a curto prazo, com estudos de “pré-FEED” a serem conduzidos em conjunto com as perfurações.

O presidente da empresa, José Francisco Arata, declarou:

“Estamos muito satisfeitos com os resultados obtidos no teste de descoberta e produção do Echidna-1 na Bacia de Santos, na plataforma continental do Brasil. Essa é uma taxa de fluxo de petróleo muito boa e a descoberta de Echidna, junto com a descoberta anterior da Kangaroo, confirmam ainda mais o potencial econômico da propriedade que detemos com a Karoon. Estamos estimulados com as descobertas que foram feitas até agora e permanecemos comprometidos com a concretização do programa planejado para os blocos”.

Sobre a Pacific Rubiales

A Pacific Rubiales é uma empresa de capital aberto sediada no Canadá, que explora e produz gás natural e petróleo cru, com operações focadas na América Latina. A empresa tem um portfólio diversificado de ativos, com participações em aproximadamente 90 blocos de exploração e produção em sete países: Colômbia, Peru, Guatemala, Brasil, Guiana, Papua Nova Guiné e Belize. A estratégia da empresa é focada no crescimento sustentável da produção, das reservas e da geração de receitas. A Pacific Rubiales assumiu o compromisso de conduzir seus negócios com segurança e de maneira responsável sob os aspectos sociais e ambientais.

As ações ordinárias da empresa são comercializadas na Bolsa de Valores de Toronto (Toronto Stock Exchange) e na Bolsa de Valores da Colômbia, sob os símbolos PRE e PREC, respectivamente.

Informes

Tradução

Este comunicado à imprensa foi preparado no idioma inglês e, subsequentemente, traduzido para espanhol e português. No caso de haver qualquer diferença entre a versão em inglês e as versões traduzidas, o documento em inglês deve ser tratado como a versão válida.

To view the original version on PR Newswire, visit:http://www.prnewswire.com/news-releases/sucesso-no-teste-de-producao-do-echidna-1-fluxo-de-petroleo-a-4650-bbld-na-bacia-de-santos-na-plataforma-continental-do-brasil-300079649.html

FONTE Pacific Rubiales Energy Corp.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*